Auriculoterapia

AURICULOTERAPIA terapia através da orelha

A auriculoterapia surgiu há milênios, tendo sido encontradas pinturas egípcias descrevendo o seu uso como anticoncepcional e para tratamento da ciatalgia, dor que ocorre no trajeto do nervo ciático; além  de citações em tratados chineses e persas.

Mais próximo do ano de 1951, o médico francês Paul Nogier iniciou suas pesquisas, aumentando o desenvolvimento da técnica e passou a ser considerado o “pai da Auriculoterapia”. Tal sucesso chegou até a China, fazendo parte da medicina tradicional chinesa, onde rapidamente levantou um mapeamento auricular, inundando a Europa com suas orelhas de plástico, utilizadas para demonstrar como funcionava a técnica.

Nossa orelha é como um mapa em miniatura do corpo. Nele está a distribuição da Energia de todos os órgãos. Os pontos de Energia da orelha podem ser utilizados no auxilio de tratamento de diversas doenças.

Auri3

A ativação desses pontos de Energia é feita através de “sementinhas” coladas sobre a orelha. A pressão sobre o ponto desencadeia o efeito de ativar sua função, com isso aproveitando o reflexo que essa técnica exerce sobre o sistema nervoso central.

material

Com esta aplicação tratam-se disfunções e promove analgesia através do estímulo em pontos reflexos situados na orelha externa ou no pavilhão auricular.

A prática da auriculoterapia se baseia em um método no qual utiliza o pavilhão auricular para avaliação e tratamento das disfunções emocionais, orgânicas e dores em geral.

sementinhas

Não existem efeitos colaterais. Devem ser trocadas semanalmente para não lesar a pele.

Auri2

Através da auriculoterapia podemos tratar cerca de 200 enfermidades, entre as quais estão: cefaleias, insônia, depressão, ansiedade etc. Pode-se tratar também enfermidades de caráter estrutural como cervicalgias, dores lombares e das pernas, ciatalgias, úlceras gástricas, enfermidades cardiovasculares, hipertensão arterial, tratamento para a beleza e emagrecimento.

Auri1

 

assina_post