Drenagem Linfática Manual

Drenagem Linfática Manual surgiu na Alemanha com Estrid e Emil Vodder 1932.

É uma técnica de massagem que trabalha o sistema linfático, estimulando-o a trabalhar de forma rápida, movimentando a linfa até os gânglios linfáticos. É uma técnica de massagem com manobras suaves e rítmicas.

Drena1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Drena2

A LINFA é o líquido existente nos vasos dos gânglios linfáticos. É caracterizada por sua viscosidade, ausência de cor, por conter substâncias orgânicas e inorgânicas, resíduos e toxinas. 

Os gânglios linfáticos, ou linfonodos, são encontrados em todo o corpo. Eles são parte importante do sistema imunológico. Sua função é ajudar o corpo a reconhecer e combater germes, infecções e outras substâncias estranhas. É para eles que a linfa recolhida dos vasos é direcionada para ser filtrada. As áreas comuns em que os linfonodos podem ser sentidos, através da palpação, incluem: Virilha, Axila, Pescoço (existe uma cadeia de linfonodos de cada lado do pescoço), Abaixo da mandíbula e do queixo, Atrás das orelhas, Na parte posterior da cabeça.

Drena3

O sistema linfático tem funcionamento paralelo ao sistema circulatório, tem uma grande rede de vasos, que estão espalhados pelo corpo todo e coletam líquidos dispersos. Esses líquidos são filtrados e lançados na corrente sanguínea. A drenagem linfática faz com que estes líquidos sejam coletados pelas estruturas responsáveis por essa função.

 Os benefícios gerais da drenagem linfática, como a melhora de edema, podem ser sentidos imediatamente.

Agindo diretamente no sistema linfático, a drenagem linfática manual regula a vascularização arterial e venosa, atua nas cicatrizações, hematomas e equimoses de pós-operatórios. Contribui também para a hidratação celular, dando a pele um aspecto mais saudável e também permite uma melhor circulação do sangue.

A drenagem linfática também pode diminuir os sintomas da TPM porque melhora a resposta do sistema circulatório e atuação do organismo para inibir os sintomas.

Os inchaços ocorrem quando há um acúmulo de água e sódio no corpo. Surgem em casos de obesidade, falha de órgãos, problemas circulatórios e hipotireoidismo.

Drena4Durante a gravidez a drenagem linfática costuma ser muito indicada, porque é uma fase na vida da mulher em que a retenção de líquidos é marcante e principalmente quando a mulher quer engravidar, preparando o corpo para a gestação.

A ingestão de água contribui para a velocidade em que as toxinas são liberadas do corpo e a eliminação do inchaço.

A DRENAGEM LINFÁTICA FACIAL

Drena5Atenuar linhas de expressão; tonificar a pele; retardar o envelhecimento; clarear e eliminar manchas de pele…

Ajuda ativar a circulação sanguínea, promovendo o relaxamento dos músculos da face e a eliminar as toxinas (que se  formam nas linfas), causadoras das linhas finas e marcas de expressão. Suas vantagens vão desde revitalizar a pele do rosto, amenizar olheiras e até tratar hematomas decorrentes de traumas, doenças e cirurgias.

A drenagem linfática facial tem objetivos preventivos, estéticos e terapêuticos, pois estimula o sistema de defesa, a oxigenação dos tecidos e ajuda na eliminação de líquidos que ficam retidos, tonificando a pele e retardando o envelhecimento dos tecidos.

Como atua na melhoria da circulação sanguínea, a drenagem amplia a vascularização da região onde é aplicada. O resultado é a eliminação de bolsas e marcas de expressão na região dos olhos.

“Os efeitos da drenagem não são definitivos, duram por um certo tempo, que varia de pessoa a pessoa, por isso a importância da manutenção do tratamento”.

Após as primeiras sessões, é possível visualizar os resultados do tratamento, com diminuição do edema e uma melhora geral na aparência da pele. “Quando a drenagem é realizada na área da cirurgia, há a compressão do líquido retido e sua eliminação de maneira mais rápida pelo organismo, evitando o perigo de infecções”.

Em relação às cicatrizes, a drenagem é eficiente logo após a lesão, pois melhora a capacidade linfática e a circulação, diminuindo o edema.

drenagem

assina_post