Ventosa

Ventosaterapia,

é o nome que se dá a uma técnica antiga que surgiu não se sabe exato em que momento da história. A terapia já havia sido utilizada desde centenas de anos atrás, pelos gregos, egípcios e principalmente pelos chineses que por muito tempo continuaram empregando o método de forma medicinal. Na cultura helênica, o filósofo grego Hipócrates menciona em seus escritos esta aplicação, praticada pelo povo desde o século IV a.C.. Na América do Sul e América Central acredita-se que também os xamãs (curandeiros indígenas) faziam uso desta técnica, onde utilizavam o porongo ou a cabaça no lugar das campânulas de vidro. Já os orientais utilizavam dos gomos do bambu (ou taboca, taquara como é conhecido no Brasil).

Estes copos ou campânulas atuavam como ventosas, pois eram aquecidos internamente com fogo, criando o vácuo, pela queima do ar no seu interior. Para que o efeito do vácuo fosse mais intenso e gerasse a sucção desejada, eram aplicados imediatamente nas áreas específicas do corpo, principalmente nas costas ou observados os pontos de energia, os meridianos.

No Oriente a ventosaterapia foi desenvolvida dentro da ideologia da acupuntura e acreditavam na crença de que a resistência contra a doença podia ser alcançada, induzindo o corpo a curar-se pela aplicação de ventosas em algum dos 12 meridianos do corpo ou em nódulos de reação positiva. Na época das grandes navegações e dos descobrimentos, estas técnicas desconhecidas, chegaram à Europa e foram muito bem utilizadas, pois auxiliavam na cura da grande maioria das doenças existentes.

ventodadrenagem

A ventosa segundo a MTC tem a propriedade de limpar o sangue das toxinas acumuladas no organismo produzida pelos alimentos e outras fontes poluentes. A estagnação do sangue , escuro e sujo, nos músculos das costas ou das articulações é considerado pelas Medicinas Orientais como um dos elementos causadores de doenças.

               

ventÉ indicado para fortalecer o sistema circulatório, no fortalecimento da respiração da pele e limpeza do sangue reequilibrando o pH sanguíneo, na arteriosclerose, auxiliando evitar infarto ou derrame, aliviando dores musculares (nevralgias, artrites e lombalgias), no combate do stress, relaxamento das tensões, terapêutico das gripes e resfriados, no tratamento da celulite, para pessoas que sofrem de pressão alta, asma, alergias, ativando a secreção hormonal, no trato de intoxicação por substâncias químicas, auxiliando contra anemia pois aumenta a vida útil do glóbulos vermelhos, para doenças dos rins e fígado, melhorando o estado geral de saúde de doente crônicos e sobretudo gerando uma profunda sensação de bem estar e calma ao paciente.

 

 

 

 

         

assina_post